Como as doenças (visíveis e ocultas) afetam nossa vida, decisões e a felicidade?

Quase não percebemos, e isso é deveras preocupante para dizer o mínimo.

Muitas são as vezes que estamos em um estado ligeiramente febril. E isso em determinadas regiões pode nos trazer irritação, impaciência, insônia e muitos outros efeitos mais. Costuma-se dizer que isso é um problema passageiro, que vai passar e tudo voltará ao normal. Isso não é bem verdade.

Visto de uma outra forma, não são poucas as vezes que nos encontramos em situações que precisamos decidir rapidamente, em um dia ou dois ou às vezes em questão de horas e até minutos. Nesse momento podemos tomar uma atitude que poderá nos trazer muitas infelicidades, e durante muito tempo sofreremos por isso. Já aconteceu comigo e durante um bom tempo toda vez que me lembrava batia um arrependimento terrível: porque não fiz isso ou aquilo ou porque não consultei fulano para saber mais. E por aí vai. Isso é mais comum do que pensamos.

Poderemos, sem perceber, estar passando por um momento de ansiedade ou outros efeitos como os citado acima, e nesse estado tomar decisões que na maioria dos casos poderá ter resultados ruins e duradouros, para vida toda também.

Se analisarmos bem passamos por isso bem mais do que gostaríamos ou reconhecemos. E por não estarmos no estado de equilíbrio físico e energético (mental, emocional, físico, social e financeiro) essa situação se torna aquilo que não deveria – uma decisão pela infelicidade.

Como já dissemos, por puro desconhecimento de nossa real situação em determinados momentos poderemos nos arrepender amargamente e por um longo tempo.

Como resolver isso?

É o que nos propomos a esclarecer essa e outras situações para que possamos nos livrar das armadilhas que a vida constantemente nos coloca. Para estarmos bem na maior parte do tempo e em equilíbrio é necessário não apenas nos voltarmos para dentro de nós, como termos determinados conhecimentos e ferramentas que nos ajudem neste sentido. A resposta é simples, é só remover a causa de diversos sintomas já citados e estaremos normalmente em equilíbrio. Em equilíbrio tomamos decisões bem melhores e evitaremos muitos sofrimentos.

Como podemos ver, estamos doentes (sintomas por maioria das vezes não percebidos) e isso afeta nossa vida, nossas decisões, nossos pensamentos e até sentimentos. Isso é muito grave pois estamos constantemente sendo bombardeados pelo consumismo, por oportunidades que muitas vezes não passam de falsas promessas, com guerra de narrativas, de coisas ruins o tempo todo na mídia, pelo estilo de vida e muito mais. E quando isso se torna constante é natural que a tendência é ficar em desequilíbrio.

Se quiser saber mais sobre conhecimentos e técnicas e ferramentas que nos ajudem a manter em equilíbrio (mental, emocional, física e espiritualmente) visite nosso site (clinicaokada.com.br) e fique por dentro de como acessar estas e muito mais e ainda se inscreva para receber nossas novidades, artigos e ficar por dentro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *