Auto Conhecimento

Barquinho a Deriva: não podemos atrapalhar o curso Natural da nossa Vida

Acredito que todos já ouviram a expressão: “remar contra a maré”, não é mesmo? Tal expressão se refere à quando queremos chegar a determinado lugar, mas as dificuldades são tamanhas, o cansaço vem, e podemos chegar a desistir. E não é que quando desistimos, deixamos a “vida nos levar”, tudo flui naturalmente, e muitas das vezes conseguimos chegar onde queríamos? Ou até mesmo melhor ainda do que imaginávamos?

Devemos observar a Natureza e usá-la como exemplo. O que não vem a ser isso, senão seguir o curso da Natureza? Quando aprendemos essas questões é que tudo muda.
O universo e tudo que a rege, estão em perfeito estado de harmonia para o ser humano, mas este, com seu egoísmo e apego tenta burlar o curso natural das coisas, e faz um esforço tamanho que acaba quebrando essa harmonia, gerando resultados negativos para si próprio e para seus semelhantes.

Vivemos atualmente com pressa, tudo é para ontem, e criamos barreiras, dificuldades, que atrapalham o curso Natural das coisas acontecerem. Surge a ansiedade, a depressão, conflitos, aumento do egoísmo e acabamos entrando num buraco, tudo começa a dar errado, e a infelicidade toma conta, justamente pela dificuldade em deixar o curso seguir naturalmente.

Sim. Isso mesmo, estamos no barquinho à deriva e remando contra.  O que nos leva a remar contra, é nada mais que nosso ego e ignorância.

O ser humano não é detentor do poder total, ele faz parte da Natureza e tudo que há nela. A maior prova disso é que a Natureza se manifesta em catástrofes, tempestades, furacões, tsunamis, etc, e o ser humano vira um nada, sucumbe. 

Estamos nesse barquinho, e a maré, o vento, é que nos levam onde precisamos chegar, não é onde eu quero chegar, é onde precisamos chegar. A maré o vento, são a Natureza, ou Deus como queiram chamar, é ele que nos conduz para que aprendamos nesse caminho até o atracar no local correto, o local onde completamos mais uma etapa de nossa jornada. Para alguns ou maioria isso parece que não acontece jamais, porém é um erro de ponto de vista e auto avaliação.

Mas isso não é resignação, acomodação, ou algo que justifique o não fazer nada para mudar?

Não, pois haverá momentos difíceis, cujo quais precisaremos pegar nosso remo, e remar, mudar o caminho, enfrentar intempéries, mas nunca remar contra, sempre a favor da maré. Talvez aumentar a velocidade, um pouco mais para a esquerda ou direita, algo assim. A partir do momento que entendemos isso, quebramos nossas barreiras, nosso ego, e respeitamos o curso natural das coisas, sem atrapalhar o trabalho da Natureza, ou Deus, tudo flui naturalmente, sem que haja esforço do ser humano, e a felicidade é que vem.

Por que sou infeliz ou não consigo realizar o que desejo?

Não são poucas as vezes que diversas pessoas nos relatam que a vida delas está “estagnada”, não consegue ir nem para frente nem para trás, que não consegue realizar suas metas, que está infeliz e nada do que faz consegue ter resultados.

Não examinamos direito nossa vida, não conhecemos muitas coisas da espiritualidade e suas Leis e por isso nossas interpretações são muitas vezes erradas. Segundo essas Leis podemos estar vivendo um período de repouso, que podem significar uma pausa entre um estágio da vida e o próximo que virá, e nossa ansiedade não nos deixa desfrutar desses momentos, querendo movimento quando o momento é de desfrutar, reanalisar e rever nossas propostas para nossas vidas.

Além disso, tudo tem questão do tempo certo, o planejamento e o esforço para se atingir o que se deseja. Muitos desejam algo e nem se preparam para o que definiram para sua vida. Uns querem passar em concurso e não estudam, outros querem viajar e não economizam, outros querem ser respeitados e serem mais maduros e não mudam seu comportamento nem seu conhecimento, e outros querem ser felizes em relacionamentos e não investem em melhoria no seu próprio comportamento, enfim, são exemplos que não acabam mais.

Em todos os casos precisamos definir claramente o que desejamos, nossos objetivos e metas, e precisam estar conscientes, definidos e planejados, tipo mês a mês o que precisa fazer para se “chegar lá”. Não se preparar, não se auto analisar e melhorar e fazer os possíveis investimentos necessários em si ou no que seja, é deixar a sorte atuar, e isso não é nada bom, além de deixar ao acaso. O não preparo é uma boa receita para que nada aconteça ou seja bem diferente dos desejos.

Para tudo existe preparo, planejamento e execução. Alguns pedem a Deus que consiga isso ou aquilo, mas, mais uma vez, não há qualquer trabalho dela para que aconteça. Deus, segundo alguns e a lógica, fica esperando que a pessoa se prepare, que consiga ir passo a passo se adequando e mesmo fazendo seu esforço para que seja concedido o pedido, mas mesmo assim as pessoas insistem no milagre. Parece que Deus virou empregado, e não o criador. A boa sorte é rara, e para grande maioria só acontece uma vez na vida, e não estar preparado, atento e esperando o tempo adequado é sinônimo de não conseguir.

O tempo está certo quando as condições estão prontas e sentimos uma vontade enorme de fazer e quando começamos a colocar em prática tudo se encaixa perfeitamente bem, o contrário é por que ainda precisamos esperar. Em tudo exige preparo, esforço, trabalho e aguardar o tempo certo.

Acreditamos que dessa forma possa perceber que existe mais profundidade sobre o assunto que podemos perceber inicialmente e transformar em simples lamúria ou insatisfação quando não conseguimos realizar nossos objetivos. Pensar sobre isso e aprender mais as causas do sofrimento é fundamental no ser humano, pois parece eu as exigências aumentaram e/ou se modificaram, então entender e praticar diversas ações nos ajudam e muito no nosso caminhar.

Quer saber mais sobre conteúdos sobre esse e muitos outros assuntos? Entre em nosso site (www.clinicaokada.com.br), se inscreva e conheça nossos cursos, irá se surpreender como poderá mudar seu destino.

Processando…
Sucesso! Você está na lista.

Como as doenças (visíveis e ocultas) afetam nossa vida, decisões e a felicidade?

Quase não percebemos, e isso é deveras preocupante para dizer o mínimo.

Muitas são as vezes que estamos em um estado ligeiramente febril. E isso em determinadas regiões pode nos trazer irritação, impaciência, insônia e muitos outros efeitos mais. Costuma-se dizer que isso é um problema passageiro, que vai passar e tudo voltará ao normal. Isso não é bem verdade.

Visto de uma outra forma, não são poucas as vezes que nos encontramos em situações que precisamos decidir rapidamente, em um dia ou dois ou às vezes em questão de horas e até minutos. Nesse momento podemos tomar uma atitude que poderá nos trazer muitas infelicidades, e durante muito tempo sofreremos por isso. Já aconteceu comigo e durante um bom tempo toda vez que me lembrava batia um arrependimento terrível: porque não fiz isso ou aquilo ou porque não consultei fulano para saber mais. E por aí vai. Isso é mais comum do que pensamos.

Poderemos, sem perceber, estar passando por um momento de ansiedade ou outros efeitos como os citado acima, e nesse estado tomar decisões que na maioria dos casos poderá ter resultados ruins e duradouros, para vida toda também.

Se analisarmos bem passamos por isso bem mais do que gostaríamos ou reconhecemos. E por não estarmos no estado de equilíbrio físico e energético (mental, emocional, físico, social e financeiro) essa situação se torna aquilo que não deveria – uma decisão pela infelicidade.

Como já dissemos, por puro desconhecimento de nossa real situação em determinados momentos poderemos nos arrepender amargamente e por um longo tempo.

Como resolver isso?

É o que nos propomos a esclarecer essa e outras situações para que possamos nos livrar das armadilhas que a vida constantemente nos coloca. Para estarmos bem na maior parte do tempo e em equilíbrio é necessário não apenas nos voltarmos para dentro de nós, como termos determinados conhecimentos e ferramentas que nos ajudem neste sentido. A resposta é simples, é só remover a causa de diversos sintomas já citados e estaremos normalmente em equilíbrio. Em equilíbrio tomamos decisões bem melhores e evitaremos muitos sofrimentos.

Como podemos ver, estamos doentes (sintomas por maioria das vezes não percebidos) e isso afeta nossa vida, nossas decisões, nossos pensamentos e até sentimentos. Isso é muito grave pois estamos constantemente sendo bombardeados pelo consumismo, por oportunidades que muitas vezes não passam de falsas promessas, com guerra de narrativas, de coisas ruins o tempo todo na mídia, pelo estilo de vida e muito mais. E quando isso se torna constante é natural que a tendência é ficar em desequilíbrio.

Se quiser saber mais sobre conhecimentos e técnicas e ferramentas que nos ajudem a manter em equilíbrio (mental, emocional, física e espiritualmente) visite nosso site (clinicaokada.com.br) e fique por dentro de como acessar estas e muito mais e ainda se inscreva para receber nossas novidades, artigos e ficar por dentro.

Sucesso, Prosperidade e Problemas Financeiros

Essa é uma das questão muito procurada em nossas redes sociais. Recebemos email e solicitações sempre sobre esse assunto. Mas vamos esclarecer alguns pontos antes de dar uma grande alerta para as pessoas ok? Desvendaremos pontos de extrema importância que impedem nosso sucesso e trazem como uma praga problemas financeiros. São 4 pontos mais importante que serão abordados de forma simples, objetiva e desmistificada. Fique atento pois o assunto é importante e de vital importância.

Vamos falar sobre o imediatismo, uma cultura que vem se instalando e se tornando padrão na sociedade. Existe um conceito bastante conhecido que foi viralizado e encontrou eco na maioria. É o “carpe diem”, o significado de Carpe Diem é um convite para que se aproveite o tempo presente, usufruindo os momentos intensamente sem pensar muito no que o futuro reserva. Também surgiram ao longo do tempo outras expressões como Lei do Gerson que visa tirar vantagens do momento sem se importar com mais nada ou ninguém. De uma maneira quase automática basicamente a ideia de aproveitar ao máximo o momento satisfazendo assim aos prazeres e vantagens imediatas acabou de alguma forma fazendo parte da cultura.

Percebemos que existe uma propensão forte a se decidir por tudo que traz prazer imediato, e dessa forma detestam pensar no dia de amanhã, que dirá daqui um ano. Seguindo essa mesma linha, acabam criando uma ilusão perpétua que está tudo bem.

Também existe o costume de gastar mais do que ganha devido às inúmeras facilidade de crédito, crediário e consumismo. E as justificativas são as mais mirabolantes, tipo: nem sei se estarei vivo amanhã, então quero agora. Então se criou inúmeros gatilhos mentais, respostas prontas para justificar uma coisa ou outra. Pessoas que se habituam a isso não gostam de tomar decisões relativas ao futuro, se deixam levar sem saber onde vai chegar, e vão levando a vida, sem conseguir realmente desfrutar da vida. Apenas seguem a vida, não são protagonistas nem sabem o valor de ser um, por isso sentem um vazio, como se algo estivesse faltando, e a partir daí vemos num crescendo situações desastrosas, vida sem sentido e temos um problema de ordem social, visto que não são poucas as pessoas que se encontram assim. As vezes as pessoas chegam a sofrer tanto que, mesmo jovens, parece que tem dezenas de anos mais. E por sofrerem e se encontrarem em uma situação aparentemente sem sentido ou sem explicação acabam desacreditando em tudo e em todos. Já vimos isso acontecer inúmeras vezes quando atendemos na Clínica Okada.

Mas existe uma chave, como se fosse um botão de liga e desliga, uma soluço para essa situação, mas é preciso querer mudar, e agora explicaremos o que se deve fazer.

E qual a chave que pode mudar tudo isso?

Pare um determinado dia, uma determinada hora de sua escolha. Tente olhar para frente, pensar lá na frente. Coloque no papel seus objetivos claros, definidos, para saber exatamente onde e quando quer chegar em um determinado tempo, por exemplo, um ano. Onde quer estar e chegar daqui a 6 meses ou um ano? O que eu gostaria realmente de estar assim ou assado, com isso ou aquilo ou em tal lugar nessas condições. Claro que não deve colocar coisas irreais, mas que gostaria muito nesse exato momento, algo que moveria você contra o mundo se fosse necessário.

Tem de ser algo realmente importante para você. Fazendo isso você vai aprender que gastará menos tempo e dinheiro com aquilo que não é tão importante para vc. Então começa a sobrar dinheiro e começará a poupar e isso viabilizará a realizar o que definiu como seu objetivo (já que o assunto aqui é sucesso e problemas financeiros).

Precisa ter a visão da recompensa, o que ganhará se esforçando para chegar onde definiu, e aquilo que te tira da cama, que te anima e faz viver voltará com força, mas pouco a pouco. É ter paixão – essa é a grande fórmula do sucesso em tudo o que empreender, em qualquer área, em qualquer atividade. Aprender a gostar. E isso exige um pouco de tempo.

E agora vem a segunda fase. Você deverá aprender a dizer não, primeiro para você mesmo e depois, para os outros.

É aí que ter objetivos claros, definidos faz toda a diferença. Você realmente se move para onde e quando quer chegar, pois objetivou o que era importante e forte para si, e isso faz toda a diferença. Aprender a dizer não é algo motivador, nos leva a desafios e todos nós precisamos de desafios.

Não significa que vc não terá mais vida, que será um recluso, nada disso. Apenas que gastará dentro de determinado limite, que não gastará mais do que ganha e ainda irá poupar e investir.

Agora o próximo passo, um outro desafio. Se você entendeu tudo até agora então entenderá:

Se você não se endividar não passará por qualquer tipo de problema financeiro, então o foco é:

  1. Não faça dívidas. Eu nunca vi ninguém que não faz dívidas ficar endividado, então seja essa pessoa.
  2. Só compre com dinheiro e se tiver dinheiro.
  3. Faça das tripas coração para tratar dívidas, financiamentos de de carro, tv, bicicletas, computador como se fossem coisas do mal….são inimigos. Só comprem quando puderem e tiverem dinheiro. Você tem objetivo que já foi definido, isso está claro, então persiga isso com toda a força de seu ser. Aprendam a economizar e a saber o que é importante para você.
  4. Cartão de crédito, empréstimos, fique longe de tudo.
  5. Essa mesma coisa vale para um empreendimento. Só abra qualquer negócio se tiver dinheiro, ou se seu sócio tiver dinheiro, e mesmo assim façam todo o planejamento. Não comece qualquer negócio sem se planejar, sem ter dinheiro e endividado – é uma receita para o desastre. E mesmo assim, só invista no máximo 30% do seu dinheiro, nunca 50% e menos ainda 100%.

Agora vamos a última e mais importante questão. Uma das coisas mais importantes para o ser humano é a DOENÇA. Sabe por quê? Porque a tragédia é grande, e pode tirar a vida de qualquer um a qualquer instante. Praticamente todo mundo tem algum tipo de doença, e é natural que o ser humano, através de seu corpo físico, tente eliminar as causas das doenças o tempo inteiro, que são elementos ou toxinas. Essa eliminação se dá através do suor, urina, do número 2, diarreia, gripe etc;

Só que não percebemos que maior parte dessas toxinas acabam se concentrando nos ombros, no pescoço também. E sabe o que acontece? É algo que vcs mesmo poderão verificar:

  • Normalmente determinadas regiões, a título de exemplo apenas, do pescoço são bem mais quentes de outras. As vezes é a base do pescoço, as vezes perto das amigdalas ou mesmo a parte detrás do pescoço. Isso é o que acontece com todo mundo. Foi o que aprendemos quando estudamos muitas coisas sobre doenças e nosso dia a dia na Clínica.

E sabe o que mais?

Essas regiões quentes influenciam diretamente nosso humor, nossos sentimentos, assim como afeta nossa paciência que se transforma em impaciência, que afeta nosso estômago e acaba fazendo ter mal-estar, dores de cabeça e muitas vezes insônias, além da irritação, peso dos ombros à cabeça e muitos outros sintomas mais.

Não percebemos esse estado normalmente e quando percebemos não sabemos o que fazer ou toma um remédio x ou y e por conta disso acabamos absorvendo, tentando deixar para lá nossa impaciência, nosso mal humor ou irritação e todas as outras coisas relacionadas ao nosso cotidiano.

Agora pare um pouco e reflita: já pensou como normalmente tomamos nossas decisões, sejam quais forem?

Decidimos coisas importantes no dia a dia ou da nossa vida sem estarmos no nosso ideal, sem estarmos bem, equilibrados e por isso muitas vezes erramos tanto nas decisões, às vezes de forma precipitada e que nos traz muitos sofrimentos depois.

Por isso investimos tanto na saúde, para que a pessoa possa se equilibrar suas energias que impactam diretamente o corpo, mente e emocional. Uma pessoa equilibrada é outra coisa, tudo transcorre de forma mais harmônica, com menos sofrimento e menos esforço e por isso os resultados também são bem melhores.

De forma geral queríamos passar isso para vcs. Sabedores disso e tomando conhecimento de que é uma realidade mesmo que pouco percebida, se quiser saber mais sobre este e outros assuntos, entre no nosso site (clinicokada.com.br) e se inscrevam para receberem mais desses assuntos diretamente no seu email. FAÇAM ISSO AGORA OK? NÃO DEIXEM PARA DEPOIS.